Telemedicina da USP inicia produção de estruturas impressas em 3D a partir de autópsia virtual

 Em Destaques na Saúde

De acordo com reportagem do Portal Fórum Saúde Digital, a Disciplina de Telemedicina da FMUSP começou a usar técnicas de impressão 3D e computação gráfica digital para produzir estruturas físicas anatomopatológicas, baseadas em imagens de autópsias virtuais.

Segundo os pesquisadores, com este novo recurso haverá um avanço no estudo da anatomia, não somente através das imagens tridimensionais digitais geradas pela ressonância, mas também com o potencial de gerar estruturas anatomopatológicas físicas (impressas em 3D).

No início de março, a Faculdade de Medicina da USP inaugurou o aparelho de ressonância magnética de 7 Tesla. Permitindo criar imagens com quatro vezes mais resolução que as melhores máquinas do Brasil, o equipamento será inicialmente usado para examinar os cadáveres do Serviço de Verificação de Óbitos da Capital, sem a necessidade de métodos invasivos.

Ler matéria completa

Fonte:Portal Fórum Saúde Digital

Crédito de imagem: Portal Fórum Saúde Digital

VAMOS CONVERSAR?