Segundo pesquisas, ressonância magnética pode prever nascimento prematuro

 Em Radiologia

Pesquisadores italianos utilizaram ressonância magnética para examinar o colo do útero de mulheres grávidas que foram encaminhadas por suspeita de anormalidade fetal ou placentário.

Segundo os cientistas, as mulheres no segundo trimestre de gravidez que possuem um colo de útero de 15 mm ou menos possuem maiores riscos de ter um parto prematuro.

 

Ler reportagem completa

Fonte:SiteAuntMinnie

Crédito de imagem:SiteAuntMinnie

VAMOS CONVERSAR?