Eletroencefalografia pode medir intensidade de emoções

 Em Curiosidades

Oito monges com muitas horas de experiência em meditação, foram submetidos a eletroencefalografia (EEG) durante suas sessões e práticas. Depois, os resultados foram comparados aos de monges novatos, com menos tempo de prática.

Os resultados foram apresentados pelo neurocientista Richard Davidson, professor de psicologia e psiquiatria da Universidade de Wisconsin em Madison e surpreendem: os monges mais experientes apresentaram maior porcentagem de ondas gama – padrões velozes, de frequência entre 25 e 42 hertz –, que são compatíveis aos de elevados estados de atenção.

Concentre-se e leia o texto completo em: http://goo.gl/EJlnu3

VAMOS CONVERSAR?