Como armazenar dados eletrônicos com segurança

 Em Destaques na Saúde

Segundo artigo do Portal Saúde Business a última pesquisa realizada em 2014 pela TIC Saúde, mostra que 48% dos médicos brasileiros consideravam “difícil” ou ”muito difícil” a implantação de sistemas eletrônicos em seus consultórios por conta dos ataques cibernéticos, que comprometem a confidencialidade dos dados da clínica e dos pacientes.

Para garantir a segurança desses dados eletrônicos, os prontuários e os demais serviços tecnológicos precisam seguir critérios de qualidade, arquitetura digital, conteúdo e de interação com outros sistemas.

No Brasil, esses critérios são avaliados e certificados em dois selos emitidos pela SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde): NGS 1 e 2. Ambos são a maior garantia brasileira que existe atualmente de que os dados digitais estão armazenados de forma segura e em conformidade legal.

Ler reportagem completa

Fonte:saúdebusiness.com

Crédito de imagem:saúdebusiness.com

VAMOS CONVERSAR?