Câncer de próstata: diagnóstico com ressonância é mais preciso

 Em Destaques na Saúde

Segundo estudo publicado pelo jornal médico “Lancet” (Inglaterra), uma ressonância magnética tem duas vezes mais chances de detectar um câncer de próstata do que uma biópsia.

O estudo acredita que pode influenciar uma mudança na prática médica já que a biópsia só detecta 48% dos tumores agressivos na próstata, enquanto a ressonância magnética consegue captar 93% deles, além de ter mais sucesso na identificação de cânceres não agressivos.

Ler reportagem completa

Fonte:oglobo.globo.com

Crédito de imagem:oglobo.globo.com

VAMOS CONVERSAR?